NEGÓCIOS E TI

Google planeja oferecer contas bancárias para usuários em 2020

Em parceria com bancos e corporativas de crédito, Google entra na disputa das gigantes da tecnologia por serviços financeiros.

O Google anunciou nesta semana que pretende ingressar no setor bancário, oferecendo contas correntes aos usuários. De acordo com informações da BBC, a companhia deverá estabelecer parceria com bancos e corporativas de crédito para colocar o projeto em prática.

O serviço, que será lançado via Google Pay, concorrerá com as soluções de outras gigantes da tecnologia, como Amazon, Apple, Uber e Facebook. Embora as abordagens sejam diferentes, o objetivo das empresas é o mesmo: aproveitar uma fatia do mercado financeiro e se tornar indispensáveis para as pessoas.

O cartão de crédito e os empréstimos comerciais da Amazon, por exemplo, visam impulsionar os seus negócios de comércio eletrônico. Em junho deste ano, o Facebook anunciou a sua própria criptomoeda, a Libra, e mais recentemente o Facebook Pay, sistema de pagamento unificado para as plataformas da companhia.

Apesar de garantir que as informações dos usuários do novo projeto não serão vendidas para anunciantes, especialistas afirmam que o serviço financeiro oferecerá ao Google dados para os seus negócios de publicidade, ajudando a rastrear o desempenho dos anúncios.

Polêmicas

As mudanças no mercado financeiro devem aumentar os debates sobre a participação das gigantes da tecnologia no setor, principalmente por questões de segurança, privacidade e proteção de dados. Algumas autoridades também expressaram preocupação com as lacunas na supervisão financeira, já que as novas atividades estão ocorrendo fora dos bancos tradicionais.

Para lidar com os possíveis problemas, as empresas de tecnologia estão optando por trabalhar em parceria com bancos tradicionais. O Google disse que seus parceiros nos Estados Unidos, que provavelmente incluem o Citigroup, começarão a oferecer o serviço em 2020.

"Acreditamos que o know-how regulatório e financeiro de nossos parceiros é um excelente complemento para nossa experiência na construção de ferramentas e tecnologias úteis para nossos usuários", anunciou a companhia em comunicado.

Embora os esforços anteriores do Google para popularizar o Google Pay não tenham ganhado muita força nos EUA, a empresa desenvolveu serviços de pagamento significativos na Índia. Segundo pesquisa da Bain & Co, mais da metade dos entrevistados utilizou a plataforma nos últimos 12 meses.