NEGÓCIOS E TI

Corrida do bilhão: Bill Gates passa Jeff Bezos e volta a ser o mais rico do mundo

De acordo com a Bloomberg, o fundador da Microsoft possui uma fortuna avaliada em US$ 110 bilhões

Bill Gates voltou à liderança no Índice de Bilionários da Bloomberg, que mede a rica dos mais abastados do planeta. Após dois anos na liderança, Jeff Bezos (da Amazon) perdeu o posto recentemente para o dono da Microsoft.

De acordo com o ranking, Gates reúne um patrimônio avaliado em US$ 110 bilhões, contra "módicos" USD 108,7 bilhões do criador do e-commerce eletrônico. Em terceiro lugar, está Bernard Arnault, dono do grupo LVHM (com marcas como Louis Vuitton e Moët & Chandon), com US$ 102,7 bilhões e o título de empresário mais rico da Europa.

Na dianteira do índice desde 2018, Bezos cedeu brevemente o lugar para Gates em outubro deste ano, após os resultados financeiros da Amazon não terem correspondido às expectativas. Porém, foi a ultrapassagem foi momentânea e logo o dono da Alexa voltou ao posto. Mas, agora, a dança das cadeiras é oficial

De acordo com analistas, a mudança no ranking foi influenciada pela vitória da Microsoft no contrato firmado com o Pentágono para serviços de nuvem, com potencial para gerar até US$ 10 bilhões no caixa da empresa.

Outro ponto que contribui para o segundo lugar do executivo foi a separação com Mackenzie Bezos, oficializada em julho. De acordo com o noticiário, a executiva (uma das primeiras funcionárias da Amazon) ficou com 4% de participação sobre o e-commerce, o que equivale a cerca de US$ 38 bilhões.